Classiqueando

Como assim ainda não falei sobre a mais emblemática silhueta da perfumaria, minha gente? Falha minha, povo! Bora prosear sobre o Classique (Jean Paul Gaultier)? O alvo aqui é a versão EDT, ok? Não conheço a EDP, e ouvi dizer que é distinta.

Arrebatador de corações desde 1993, Classique vem com tangerina, anis, pêra e rosa na saída, íris, gengibre, ameixa, flor de laranjeira, orquídea e ylang ylang no coração, e âmbar, almíscar e baunilha na base.

Cá entre nós, esse perfuminho (que é ão) é um floral adocicado, alegre e super feminino. Ele exala poder, sedução and glória graças ao toque picante do anis e do assanhamento do gengibre, aliados às notas florais e frutadas. Tô aqui diante de um surreal buquê floral temperado e enfeitado com frutinhas, saca?

Minha pessoa nota claramente cada fase da fragrância. A saída fresca se transforma, fica picante e evolui até chegar no abaunilhado, sempre com um toque floral ao fundo. É como se o Classique começasse provocativo, todo séguici, e terminasse apelando pra um certo romantismo (tô numas de achar que ele parece nos dizer que, no fundo, é romance o que todos nós queremos, néam?).

Um tanto quanto sintético e retrô propositadamente, Classique é marcante e combina com gente festiva, bem-humorada e ousada, justamente por não passar despercebido. Sabe o que cabe nele? Persona exuberante que se joga na night sem medo. Pena que eu não sou tão bacana assim. Rá!

A embalagem é um show à parte. Adoro a mocinha sem cabeça sensualizano no espartilho. Aliás, vontade de colecionar todas as edições especiais do Classique só pelo frasco, viu? Opa, e elas são muitas! Jean Paul Gaultier adora capitalizar (ah, vá, jura?!). No mais, tenho pra mim que coerência é o sobrenome do cara. Incrível como todos os perfumes que ele joga no mercado têm a ver com ele na forma e/ou no conteúdo (vide Ma Dame). Sim, JPG me é excentricidade provocativa e feliz, quase kitsch, mas com um pé na elegância. 

Comentários

  1. Ai, Classique é muito amor num frasco, e que frasco!! Tenho o edt e o edp, e sinto o edp mais discreto, "mais amor" e o edt é mais balada msm. Não sou dessas que chega chegando (ainda uso all star, midexa) e por isso sinto tanta dificuldade em usar meu amado Classique!

    ResponderExcluir
  2. Ludmilla, bate seu All Star aqui no meu! kkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Eu tinha um Classique de 100 mL. Adorava, mas não conseguia encontrar oportunidades para usar, acabei vendendo para uma colega de trabalho. Hoje tenho só uma miniatura dele. E meu All Star é todo preto e de couro, mas ainda é All Star, né? kkk

    ResponderExcluir
  4. Helen, meu All Star também é todo preto, mas não é o de couro. De couro eu tenho o Keds, mas esse é todo branco. É, eu não sou pessoa Classique mesmo. rs

    ResponderExcluir
  5. Um dos meus favoritos. Adoro o doce dele, tão quente..... Tenho o EDP e são completamente diferentes. Gosto dos dois, preferindo o primeiro.

    ResponderExcluir
  6. Raquel, curiosíssima pra conhecer o EDP, viu?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Bora comentar aqui embaixo? Se joga!
Com classe, por favor!