É o que não pode ser que não é

Pra falar sobre o La Petite Robe Noire (Guerlain) EDT é preciso dizer o que ele não é. E você vai ver que isso revela ainda mais sobre como ele é. Né? Pois bem, La Petite Robe Noire EDT não é:

Original:
Mais um frutal floral docinho rosinha que faz sucesso graças à internê. A vibe açucarada azedinha para jovenzinhas-baladeiras-que-não-largam-o-celular-e-acreditam-em-unicórnios tá aí (e cá entre nós, aposto que se essas meninas tivessem unicórnios de estimação iam inundar o Instagram com fotos deles, mas vamos deixar isso pra lá). A impressão que eu tenho é que esse perfume parece ter sido feito pra concorrer diretamente com tantos outros tais quais Miss Dior Chérie (Dior), La Vie Est Belle (Lancôme) e Lolita Lempicka (Lolita Lempicka), lembrando beeeeem vagamente este último. Mais do mesmo, portanto.

Natural:
Tudo dele é bastante artificial e sintético, do cheiro à mensagem. Perfume cor-de-rosa de laboratório feito pra vender, não pra provocar experiência olfativa. E não, isso não é necessariamente desprezível (e por que seria?).

Guerlinesco:
Nada nele me remete à super Guerlain. Nada! Nem parece da casa. Ele não tem pegada, não tem força, profundidade ou fator uau. Nada de Guerlinade nele também (lê-se: nada do combo íris + baunilha + etc e tal, ou seja, talquinho delícia? não trabalhamos!). 

Ruim:
Ninguém vai morrer se não tiver esse perfume. Tem coisa bem melhor e com mais interessância no mercado. Nem por (tudo) isso ele é ruim. Tudo bem que ele soa irritante às vezes, mas eu também. Então estamos quites. Rá! 

Enfim, La Petite Robe Noire EDT abre com rosa, jasmim e flor de laranjeira. Segue com cereja, maçã e groselha. Finda com âmbar branco e almíscares brancos.

As flores são tímidas, lavadas e irreconhecíveis. As frutas – sinteticonas – são aguadas e levemente azedinhas, causando certa borbulhância. O fundo é macio e morno, mas desbotado e parece sabonete.

Borbulhante e mundano como prosseco de balada em Ibiza, esse perfume me parece, além do que eu já disse aí em cima, a tentativa de uma mãe _______ [a-bacaninha; b-doidona; c-desesperada (coloque aí no espacinho um desses adjetivos)] se esforçando pra ser amiga descolada da filha. Pode até funcionar, mas fica meio forçado (vergonha alheia define pra você?). 

Em suma, cadê a Guerlain que tava aqui?! Guerlain para adolescentes 2.0? Opa! Dê ao público o que eles acham que querem, oras! E isso é errado? Bom, depende do ponto de vista.

Confesso três coisas: 1. a campanha publicitária dele é incrível com aquela silhueta feminina marota desenhada pela dupla Olivier Kuntzel e Florence Deygas – e tem a Nancy Sinatra cantando These boots are made for walkin` (entenda apenas que Bang Bang na voz da Nancy foi o toque do meu antigo celular durante anos); 2. se eu tivesse cafungado o dito cujo antes, não o teria comprado (morar na roça não é lindo?); 3. assim que meu frasco chegou, ele quase foi pro desapego, mas aí eu insisti um pouquinho e nos acertamos. 

Por fim, eu não morro de amores por ele, ele não é o meu estilo e tal (não meeeesmo), mas não o odeio. Aprendi a gostar dele. Deixo pra usar o bichinho nos dia em que acredito em unicórnios made in Ibiza. Sim, gente, tem dia em que eu tô assim! Sérião! É, acho que tô ficando véia...

Ah, já ia me esquecendo: a versão EDP é diferente da EDT, ok? Não conheço a primeira, mas sei que as notas são outras. 

PS: Yes, tô de volta! Vai encarar?

Comentários

  1. Tenho o EDT e gosto dele. Cerejinha, mentirosinho, mistura de Miss Dior com Insolence... É bom, mas podia ser bem 'mais coisa', né?

    ResponderExcluir
  2. Eu morro de medo de falar algo negativo sobre os "blockbusters" que você cita aí em cima, inclusive o PRN... Só falta a geral acender uma fogueira!
    Para mim, fica aquele cheiro de xarope, de cereja ao maraschino bem enjoadinho. Nada muito emocionante. Engraçado, o Insolence é doção, sinteticão e mais criativo, não acha? Beijos, que bom que está de volta!

    ResponderExcluir
  3. Conheço e tenho apenas o Edp, e agora fiquei com medo de conhecer o Edt.... descuriosei, pode? rsrs Bom te ler de volta. bjs

    ResponderExcluir
  4. Diana, justamente! Não entendo o hype. Ou melhor, eu finjo que não entendo, se é que você me entende. rs

    Pri, tenha medo não. Quem é do bem entende a gente. Eu falo o que eu sinto e só. Se o ser mistura as coisas, bão, azar o dele. No mais, falar (ainda que mal) ajuda quem ouve com carinho. Se eu tivesse lido a real desse perfume, acho que não o teria comprado. Bem que o Dênis alertou (o único!), mas eu paguei pra ver. rs E você acredita que eu não gosto do Insolence? Preciso falar (mal) dele aqui no blog uma hora dessas. rs

    Village, e eu morro de curiosidade sobre o EDP. E obrigada, queridíssima!

    ResponderExcluir
  5. Já tinha escrito aqui....mas acho que não foi, rsrs.

    Bem vinda querida, senti tua falta....de nos fazer sorrir te lendo, do humor contagiante que sempre tens e transmite na tua escrita, isso é muito bom, bom mesmo!

    Já cafunguei este....não para mim, acho que tô véia, kkkkkkk. Tô sempre curtindo uns clássicos da vida e tu tinha que ir ver uns Molinard lá em Floripa que a Dâmaris deu a dica da perfumaria, comprei três cada um por R$ 39,00 pilas e são 100 emieles pra vida toda......Um deles é Molinard de Molinard....hum bem classudo, tipo Paloma, mas suave, outros dois são o Ambre e o Feuilles de Rose....ainda tô de namoro com eles, rsrs. Vai chegar uma leva de 200 frascos no final do mês. A perfumaria é no facebook se chame Shine Perfumaria e Cosméticos, fica a dica!

    Bem vinda lindona! Tudo de bom pra ti e que venham novas e divertidas resenhas para que possamos sorrir e contagiar nosso corpo de alegria.

    Beijão
    Malú

    ResponderExcluir
  6. Oi Van!!!!!

    Saudades!! Tô vendo que vc tem ido ao blog, mas só hoje cheguei de viagem e recomeço a dar minhas voltinhas por aqui.

    Nossa......tenho tanto a concordar e discordar de vc hoje! Olha só: entendo que se você espera tudo de Guerlain (ainda mais pelos tantos outros que vc conhece e eu ainda não) realmente pode achar que este é o último da fila. Mas não dá pra falar, assim como vc mesma chegou a conclusão, que seja um perfume ruim.
    Aliás, pra mim, é um ótimo perfume, e eu amo o meu! Talvez porque eu tenha gostado tanto da versão EDP e por 2 motivos - dinheiro e clima - ele ainda não seja o mais indicado pra mim, me contentei em ficar com o EDT mesmo sabendo que são mesmo diferentes, mesmo sendo parentes.O que vc chama de fruta lavada (entendo perfeitamente) é uma das coisas que mais me agrada nele, mimimi
    Mas ó: continuo gostando de você e não sou sua inimiga por falar mal dos perfumes que eu amo não, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    PS: também não sou fã do Insolence. Temos nossos pontos em comum de vez em quando.
    PS': acho que o fato de ter sido aclamado pela blogosfera te fez criar a alta expectativa. Como já disse algumas vezes no blog: o problema nem sempre é o produto, mas a expectativa.

    Beijos!!!

    Lu

    ResponderExcluir
  7. Vanessa comprei um mini dele e também o achei sem graça e no meu caso, não o uso nem quando vejo unicórnios,rsrs...Estou esperando chegar uns novos minis e entre eles, uma amostra do EDP, vamos ver.....bj
    Raquel

    ResponderExcluir
  8. Malú, de fato não foi, porque não vi nenhum coment seu não. No mais, obrigada pelo super carinho de sempre, queridona. E, yes, eu fiquei sabendo do babado dos Molinard. Como eu já tinha garantido o meu querido da marca e tô focando na wishlist, não me abalei. Foi difícil, mas consegui. rs

    Mulher sem Photoshop, eu queria ter conhecido o EDP mais do que o EDT, mesmo sabendo que talvez ele não me agrade também. A real é que o hype é sempre bem forte, mas o nosso gosto é mais. rs

    Raquel, dizem que o EDP é mais negócio. Não deixe de me contar depois, bonita.

    ResponderExcluir
  9. Rindo muito do seu texto, Van! Obrigada por nos prevenir de desastres!

    ResponderExcluir
  10. se essas meninas tivessem unicórnios de estimação iam inundar o Instagram com fotos deles .... #rachei! :D

    ResponderExcluir
  11. ps: pelo que parece perfuminho pra quem ainda assiste Glee ¬¬

    ResponderExcluir
  12. Denise, óia que talvez eu te desvie de uma delícia, hein? Convém sempre manter a pulga atrás da orelha e ir cafungar.

    Rafael, putz! Glee! Melhor definição! Hahahahahaha

    ResponderExcluir
  13. Olá, gostei da sua opinião sobre LPRN e concordo em partes. A princípio também achei bem sintético, e é bem menininha mesmo, não é o meu preferido, mas gostei bastante dele! Há momentos em que quero ser "menininha".Rsrs

    ResponderExcluir
  14. Wagna, tem dia em que ele me cabe direitinho também.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Bora comentar aqui embaixo? Se joga!
Com classe, por favor!