Torço e retorço o nariz


Alto lá! Não vou dar uma de detratora de fragrâncias aqui não. Eu vou é difamar notas, meu povo! Rá! 

Com o tempo, comecei a sacar quais notas minha pele and meu nariz não aceitam de bom grado. De modos que é bater o olho na composição e ver algum ingrediente non grato que a luz vermelha pisca no meu córtex cerebral. 

Algumas vezes minhas notas não queridas aparecem tão escondidinhas na fragrância, que eu acabo encarando e nem noto que elas estão lá. Mas pra isso acontecer, eu tenho que provar o líquido precioso antes de catá-lo. É isso ou nada feito.

Confesso que sou inconstante. Já odiei íris e hoje eu amo ao cubo elevado ao cubo (oi?). Já detestei limão e hoje o bichinho me apetece por demais.

Enfim, bora saber o que me desagrada?

Violeta
Enxaqueca na certa. E o aroma não me apetece. Sem mais.

Frutas vermelhas
Tô pra achar frutinhas bremeias sem cheiro de coisa sintética.

Laranja
Poucas funcionaram comigo. Poucas meeeeesmo. Ninguém me mandou morar na terra da laranja. O ar aqui fede tem cheiro de laranja, afe, socorro, ninguém merece. 

Figo
Nota de figo não faz a minha cabeça. Gosto de comer a fruta, mas fujo desse cheiro na perfumaria. Não gosto, acho enjoativo e ponto final.

Manga
Nem pra comer e nem pra cheirar. Ninguém me mandou morar, quando criança, ao lado de um ser cuja mangueira ensaiava aniquilar a espécie humana, seja por meio de bombardeio aéreo ou pelas frutas que apodreciam e fediam mais do que não sei o quê.

Patchouli
Raramento me deparo com patchouli do meu agrado. Normalmente ele se mostra vulgarzinho, ardido, deveras pinicante. Prefiro quando ele surge mais terroso.

Erva-cidreira
Gosto sim, só que longe de mim, bem longe. Bebi tanto chá disso a contragosto e cortei tanto o dedo nas folhas disso quando criança que peguei aversão. Não posso nem sentir o cheiro.

Musgo de carvalho
Não curto porque tem cheiro de musgo. Rá! Sério, pra mim tem cheiro de bolor à enésima potência. 

E você? Conta aí quais notas não te apetecem!

Comentários

  1. Van, meu problema é a inconstância... falo uma coisa hoje e vejo que amanhã mudei de idéia, aí como é que eu fico??? rs
    Sabe que eu acho que comigo acontece uma coisa interessante? Acho que o que mais me incomoda são algumas combinações infelizes e não algum cheiro específico...
    Bjo,

    Luciana

    ResponderExcluir
  2. Tenho pavor de âmbar, a ponto de me embrulhar o estômago! Em contrapartida, rendo-me às laranjas e violetas! Cada um é cada um =]

    ResponderExcluir
  3. Minha nossa, adoro as notas que vc citou como seus desafetos! Vamos as que eu não gosto:
    - Coco: geralmente tem cheiro de pinã-colada ou qualquer outro drink com vibe tropical. Não gosto.
    - Quanto as 'frutas memeias', de fato, a maioria tem o cheiro de bala frumelo ultra-sintético e isso me irrita. Ficam parecendo ki-suco.
    Por enquanto só, não me lembro de outras que me desagradam...

    ResponderExcluir
  4. Hahahaa... Uso a mesma técnica para pesquisar fragrâncias. Se eu vejo umas das notas odeio, nem dou bola. Claro que a curiosidade fala mais alto às vezes e, se tiver como, vou lá na perfumaria cheirar mesmo assim e às vezes acabo até gostando. As que mais me incomodam são estas aqui:
    Talco: acho sufocante. Nunca vi nota de talco, mas há alguns perfumes que têm esse cheiro para mim.
    Incenso: tem cheiro de coisa queimada. Parece que acenderam um fósforo e jogaram dentro.
    Almíscar: a maioria dos perfumes têm essa nota, e em alguns não me incomoda, mas há fragrâncias em que predomina e só consigo sentir cheiro de "suor vencido" (Prada Candy).
    Lichia: cheiro de fim de feira. Não curto.
    É isso... hahahaa...
    Bjos!

    ResponderExcluir
  5. kkk Quantos traumas de infância! Desses aí só não aturo a violeta. Dos outros gosto bastante.

    E musgo não tem cheiro de bolor, tanto que amo um e odeio o outro. kkk Mas tudo bem. Tem gente que me acha doida por achar que forno de padaria tem o mesmíssimo cheiro de cerveja (que odeio).

    ResponderExcluir
  6. Lu, eu também sou assim. Odiava limão, íris e tal. Hoje amo. E assim vamos vivendo. rs Nunca botei reparo se odeio determinadas combinações, viu? Vou ficar atenta nisso.

    julia, cada nariz uma sentença. E isso é lindo, né?

    Diana, e viva a diferença! Já odiei coco, sabia? Hoje até curto, desde que ele seja bem-feito.

    Paula, você precisa achar seu talco certo, viu? Eu odiava e hoje venero ao cubo. Normalmente é a íris que deixa tudo bem talquinho. Incenso eu adoro também.

    Helen, bota trauma nisso! rs

    ResponderExcluir
  7. Olha, se vc tivesse conhecido a diretora da minha escola, que mergulhava no patchouli toda manhã, vc teria mudado de idéia quanto a esse patchouli terroso aí. Do meu lado, to indo atrás de todo perfume que tem musgo, amo esse amargo, o cheiro de fundo de armário.

    Quanto ao limão: tem um limão simpático no guerlain eau de fleurs de cédrat. junto com verbena. que é meio parecido com cidreira. posta o veredito quando conhecer?

    ResponderExcluir
  8. Frésia é a que mais me incomoda. Melancia e melão. Âmbar falsificado, tipo o dos segredos da Vitória. Civeta tem que ter mão equilibrada. Côco sintético, aff.

    ResponderExcluir
  9. Por esses motivos e outros,que estou um pouco cansada dos perfumes do mercado nacional e internacional; sempre acabo voltando pro meu amado Shalimar. Fazer o quê?
    Então,estou rumo a novos horizontes,meu negócio agora é "o meu perfume personalizado" Rá!!! Quem sabe agora consigo sair da mesmice??

    ResponderExcluir
  10. Morango: eta notinha "difícia", cheiro de Babaloo...
    Tuberosa: dependendo do perfume, tem cheiro de puteiro.
    Mimosa/flor de acácia: Na real, não curto muito nenhuma "yellow flower", mas a mimosa tem um cheirinho especialmente vulgar.

    ResponderExcluir
  11. Dênis, overdose de patchouli logo cedo? Ai, meus sais! Patchounão! rs Agora preciso conhecer esse Guerlain aí.

    Village, melancia e melão são problema mesmo.

    Simone, Shalimar é luxo, glória e poder!

    PnP, morango, tuberosa e mimosa é basicamente o trio "puteiro de beira de estrada", hein? hahahaha Não acho não, mas eu quis fazer gracinha. rs

    ResponderExcluir
  12. Hahaha, repulsa de uns, agrado de outros..
    Van, dessa tua listinha tb abomino: THE FIRST ONE venham vcs as frutas vermelhas q eu odeio tanto em chás qto em perfumes, oh my Lord! Os atalcados tb nao fazem a minha cabeça nem o meu nariz, salvo o Chloe Love q escapou desse excomungo e q me deixa rykamente cheirosa. ;)
    Rosas só as flores. Patchouli já teve sua época. Anfam, nao sou de mta doçura, (nos perfumes hehe) nem de perfumões e a baunilha já me deu o q tinha q dar. Bjs

    ResponderExcluir
  13. Duda, acho Cartier e Hermès tão a sua cara, sabia?

    ResponderExcluir
  14. Também descobri que não gosto de tuberosas, flor de laranjeira. Aliás, a maioria das flores brancas. Adoro âmbar, mas do quente e sedoso. Aquele âmbar áspero eu detesto. Civeta é complicado, musgo de carvalho daqueles vintages também me doem. Aldeídos em excesso tb. Laranjas, notas aquaticas, melão e melancia, urgh.

    ResponderExcluir
  15. Carla, tem coisa que não vai nem com reza braba, né? Mas, olha, talvez o lance seja apostar nas variações do mesmo tema. Descobri que adoro um figo verdinho.

    ResponderExcluir
  16. Van,

    odeio civeta, oh god! cheiro de axilas de estivador... pra que isso? há beleza na civeta? alguém poderia me elucidar? imagino que seja só para amargar certas notas doces, quiçá muito gourmands, enfim...

    musgo de carvalho: também me incomoda ao ponto de eu não comprar um perfume só porque tem essa nota, talvez ela esteja no meu armário e eu não saiba... combinações são enigmas,

    violeta e rosas prefiro no jardim,

    o musk puro e simples também não gosto, aka musk coty 1900 e bolinha,

    a tal da flor de laranjeira deve ser uma nota muito difícil de ser balanceada, porque até hoje não a encontrei redondinha,

    os tais Etil Maltol, descritos tão bem pelo lyndo Chandler Burr, responsáveis pelo algodão doce, pink sugar, fantasy et al, me remetem a loja de balas e não me colocam na posição de mulher sensual que almejo. Passo longe...

    AGORA ALGUÉM PODERIA ME EXPLICAR A TAL DA NOTA DE PLÁSTICO DE BONECA NOVA? alá Montaigne - Caron? não gosto, não gosto, não embeleza em nada, geralmente acompanha uma nota de saída atrapalhando a evolução, e estraga qualquer aroma... óóóó céééus, sou só eu?????

    ResponderExcluir
  17. Dani, todas essas notas que você citou são perigosíssimas mesmo. Raramente acho perfume bão com essa turma aí (tirando a rosa, que eu amo de paixão).

    ResponderExcluir
  18. Se sou promíscuo com alguma coisa, é com perfume.....gosto de e topo de tudo (lembrando: PERFUME, rs)...."Entretanto, todavia e contudo" tenho dificuldades com:
    1- Couro: não gosto nem em roupas,
    2- Frutas vermelhas: cheiro de Frisco, Ki-suco (para os acima de 35 anos), e
    3- Café: achava que Bond nº9 New Haarlem seria a oitava maravilha do mundo, comprei um decanzinho, mas corri do café dele e do decant.
    (rindo aqui até agora do "trio puteiro beira de estrada"...)
    Abs!

    ResponderExcluir
  19. Ubiratan, aposto que daqui a um tempo você vai estar caidinho por alguns desafetos. rs

    ResponderExcluir
  20. Van hoje estou relendo posts antigos de antes de conhecer o blog e cheguei aqui. Quero dar meu pitaco também, meu pavor em nota de perfume em primeiro lugar disparado é o Pêssego nossa, dói lá no cérebro.
    Em segundo lugar notas aquáticas.
    Agora minhas paixões são Violeta e Patchouly esse ultimo no A-Men então é espetacular, terroso ao extremo.
    Beijos
    Luciana

    ResponderExcluir
  21. Luciana, pêssego me é tenso também. Mas tem um lindo no Love in Paris. Lindo mesmo!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Bora comentar aqui embaixo? Se joga!
Com classe, por favor!

arquivo do blog