My Voyage



Hoje o assunto é um perfume pouquíssimo comentado por aí, praticamente esquecido: My Voyage (Nautica). Borá lá?


Há algum tempo, aliás, ele esteve disponível em lojinhas tupiniquins por preços muódicos (na ocasião garanti o meu, antevendo o fim da importação do dito cujo para o Brasil, coisa que a gente sabe que tá rolando quando vê as lojas desovando fragrâncias a preço de banana). Hoje em dia só lá fora e, o melhor, o precito segue baixinho.

Quando me perguntam como é o My Voyage, eu gosto de dizer que se a água fosse perfumada, ela teria esse cheiro. Taí o perfume mais clean, mais limpo, mais transparente que eu conheço!

Ele é simplérrimo, fluido e fresquíssimo. Traz lima, peônia, bergamota e âmbar. Imaginou um cítrico? Errou! Imaginou um floral? Quase! Eu o definiria como floral levemente aquático com uma pitadinha cítrica de nada. É, inventei uma família olfativa. Me deixa!

Ele é bem casual e equilibrado, sabe? Discreto e relaxante, My Voyage foi feito pra ser usado num passeio de veleiro numa praia paradisíaca. Ok, não temos nada disso por perto? Tem problema não! Se joga no My Voyage naqueles dias ridiculamente quentes e você faz bonito também! Ele cai tão bem no nosso clima... No mais, ele é lindo, a cor dele é linda e o frasco é lindo (e super bem feito).

Não sei por que as importadoras pararam de trabalhar com ele aqui no Brasil. Uia, acabei de descobrir! Parece que ele foi descontinuado de vez. Pena. Fui lá fuçar no site da Nautica e vi que só mantiveram perfumes masculinos no portifólio. Quer um? Melhor correr logo pro ebay ou pras lojas virtuais gringas.

Comentários

  1. Respostas
    1. Ele é relativamente desconhecido mesmo. E é muito gostosinho.

      Excluir
  2. Van, obrigada pela resenha. Gostei e devo comprar sim, "floral levemente aquático com uma pitadinha cítrica de nada" já me ganhou. Lá fora realmente ainda dá para achar. Só não sei se arrisco comprar neste fim de ano, vou avaliar se dá para esperar pelo menos janeiro.
    Outro que parece bom é aquele Roxy Love, mas também tá sumindo do mercado.

    Eu não sei o que está acontecendo que ando encostando perfume mais forte. Sempre amei o Kenzo Amour e agora ele está me matando, inclusive na versão Florale. Muito chato isso, você lembrar que gosta do perfume mas ao vivo querer sair de perto. Você já passou por isso?

    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucia, eu particularmente não arrisco. Tô doida com a minha lista aqui de futuras aquisições, mas prefiro deixar pra catar de janeiro em diante. Mês que vem já. Falta pouco.

      Acho que você vai gostar do My Voyage, já que a vibe te agrada.

      Não conheço o Roxy. Nem conhecia a marca, pra falar a verdade. Fui pesquisar e ele parece uma delicinha mesmo. Será que é outro que tá com os dias contados?

      Em relação a enjoar dos perfumes, bom, quando isso acontece eu deixo o dito cujo de lado uns tempos e depois tento voltar pra ele num outro clima (ambiental e pessoal), sabe? Não sou de perfumes fortes. Tenho quase nada assim. E os que tenho reservo pra dias frios. Assim a chance de enjoar diminui. Tenta fazer isso, lindona.

      Excluir

Postar um comentário

Bora comentar aqui embaixo? Se joga!
Com classe, por favor!