Salve, Lilica!


Como jornalista, dificilmente eu me emociono com as matérias dos coleguinhas. Sei como elas são escritas pra te pegar pelo âmago, conheço os truques, sabe? Mas, confesso, tive que segurar as lágrimas ao ler este texto sobre uma grande cachorrinha chamada Lilica. Sim, sou orgulhosamente do time do “quanto mais conheço os homens, mais admiro os animais”.

Comentários

  1. Tenho uma amiga no face apaixonada por animais, ela postou um link da reportagem ontem, confesso que meus olhos se encheram de lágrimas quando li.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carmen, não tem como, né? Coisa linda esses bichinhos!

      Excluir

Postar um comentário

Bora comentar aqui embaixo? Se joga!
Com classe, por favor!

arquivo do blog

Mostrar mais