Cafungada: Daisy Eau So Fresh



Não é segredo que sou apaixonada pelo
Daisy (Marc Jacobs). Já falei dele aqui no blog.

Esta semana fui atrás do Daisy Eau So Fresh. E, bom, sou mais o Daisy primevo. Mil vezes mais. Eau So Fresh é bom, mas achei muito menininha, comedido demais, enfadonho até, por vezes enjoadinho, sei lá. Senti também um cheirinho chato de maquiagem nas notas de fundo, que, poxa.


O bichinho mais novo traz notas de framboesa, toranja, pêra, rosa selvagem, violeta, flor de maçã, ameixa, cedro e musk. Deixa menos rastro do que o Daisy, que já é bem discreto. Achei mais docinho também. 


E, sim, eles têm algo em comum, especialmente na saída. Aquele brilho do Daisy, que me faz cair de amores por ele, aparece no Eau So Fresh, mas vai embora rapidinho. E depois eles se diferem. Nada de toquinho verde, nada de gardênia, jasmim ou madeiras branquinhas. No mais, Eau So Fresh tem mais fruta do que flor, ao contrário do mano mais velho.


Em suma, achei Daisy mais alegre, mais luminoso, mais adulto também. É mais a minha vibe atual.


Comentários

  1. Não conheço nenhum dos dois, mas os frascos, como são lindos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindos mesmo, né? E são super bem feitinhos, com acabamento de primeira!

      Excluir

Postar um comentário

Bora comentar aqui embaixo? Se joga!
Com classe, por favor!

arquivo do blog

Mostrar mais