Comprando em lojas que não entregam no Brasil

Este post tava entalado há um tempão, mas eu queria testar o serviço antes de compartilhar ele aqui. Questão de bom senso, néam? Atiçar as lombrigas alheias à toa é feio. Ainda mais quando falamos de lombrigas consumistas. Rá! Sim, porque as minhas estão tão felizes agora que descobri o ShipiTo. Graças a ele nós aqui no Brasil (eu, você e nossas lombrigas) podemos comprar em qualquer loja virtual americana. Sim, qualquer uma! Qualquer uma mesmo!

Se você não clicou no link aí em cima pra saber que raios vem a ser o ShipiTo, clique depois pra ficar por dentro de como ele funciona nos mínimos detalhes, caso você tenha interesse em gastar grana na terra do tio Obama (e viva a rima!).

Em todo caso lá vai uma breve explicação: o ShipiTo nada mais é do que um serviço de redirecionamento de encomendas. Ele te fornece um endereço nos EUA pra você fazer suas comprinhas em lojas norte-americanas. Seu pacote chega lá no depósito do ShipiTo e você recebe um e-mail avisando que tem algo pra você. Aí é só escolher o método de envio e pagar o frete que você achar mais bacana (eu particularmente opto pelo mais barato, sem rastreio – sim, gosto de fortes emoções) e, uhu, o ShipiTo manda sua compra para o seu endereço no Brasil com o seu nominho como remetente e destinatário. Você paga uma pequena taxa cada vez que usar o serviço, mas garanto que super compensa. Ah, e o melhor: aceitam PayPal.

Eles também podem abrir sua caixa e tirar fotos pra você ter certeza de que o conteúdo é o esperado, mas isso é cobrado à parte. É possível ainda deixar acumular algumas compras suas lá no depósito e pedir para que mandem tudo de uma só vez para o Brasil, mas esse serviço é mais caro e a mega caixa que vai abrigar todas as suas comprinhas chamará, e muito, a atenção da aduana, ou seja, o risco de ser taxada é maior.

Só fique atenta a um detalhe na hora de fazer sua compra no site escolhido: nem sempre você consegue pagar sua encomenda via PayPal, caso a loja aceite o método. Eu mesma já precisei usar meu cartão de crédito porque um site em questãn só aceitava PayPal de contas com endereço nos Estados Unidos. Por isso, antes de digitar os dados do seu cartão, certifique-se de que a loja é de confiança, ok?

Outra coisa: quem preenche a declaração aduaneira que vai fora do pacote (onde constam conteúdo da caixa, quantidade e valor) é você, por isso atenção, já que tentar burlar a Receita declarando um valor abaixo do real ou conteúdo enganoso é crime, viu? De modos que o ideal é declarar toda a verdade e torcer pra sua caixinha não ser tributada.


Lembrando que existem outros serviços do tipo. Mas o único que testei – e super aprovei –, foi o ShipiTo.

Comentários

Postar um comentário

Bora comentar aqui embaixo? Se joga!
Com classe, por favor!