Malhando com o House


Sou do movimento. Adoro fazer exercícios. Mas cadê tempo pra isso? E não me venha com “tempo todo mundo tem, é só saber administrar”. Comigo isso não cola. Eu e maridón trabalhamos o dia todo feito loucos e cuidamos nós mesmos de TUDO (absolutamente tudo) em casa. Ou seja, nada de tempo e disposição pra freqüentar academia. Pena. Adoro aquela coisa toda de aulas bacanas e música alta. Musculação não é comigo, mas encaro.


Lembro dos bons tempos quando estava desempregada (ok, isso não é bom) e me enfiava na academia de segunda a sexta, das 7h às 12h (isso era bom). Fazia quase todas as aulas. Gostava mesmo daquilo. Transcendia legal! Tive que parar e meu corpo sentiu. E como sentiu!

Hoje, sendo bem realista, já me conformo: nada de academia pra mim! O fato é que meu sonho de consumo atual é juntar a grana que gastaria com uns meses de mensalidade da academia e investir em alguns aparelhos. Malhar em casa deve ser tuuudo. É um outro modo de encarar a vida, sabe?

Deve ser (e me parece) bom poder fazer exercícios no conforto do lar e a qualquer horário. Transcenderia fazendo esteira assistindo a House na TV. O engraçado é pensar que há uns tempos atrás, na fase em que me bandeava pra muvuca da academia, isso seria inconcebível na minha cabeça. É, as pessoas mudam. A ocasião faz o ladrão, néam?

PS: House = Casa. Coincidência?

Comentários

arquivo do blog

Mostrar mais